segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Incendio II

Amanha, treinamento contra incendio e terremoto..Toda comunidade tem periodicamente, treinamento sobre como agir em casos como esses, e o abrigo mais perto da sua casa. Em casos de incendio, todos devem saber como usar um extintor de incendio e os tipos de extintores existentes. O treinamento esclarece a populacao sobre detalhes, como por exemplo, que a agua e condutor de fogo em casos de combustiveis e oleos.Nesse tipo de incendio usa-se extintor de espuma. Claro que o Brasil tambem possui o mesmo tipo de prevencao e combate, porem, nao se ha o costume de instruir a populacao sobre o uso correto. Em casos de terremoto, o abrigo fica a ceu aberto num descampado, sem arvores, postes ou predios por perto. A populacao eh instruida a nao usar carro ( soh em ultima necessidade ), e as escolas e creches tambem tem um esquema preparado para casos como esses, onde para nao congestionar a linha telefonica, um pai liga para o outro, e passando as instrucoes que vem da escola para em seguida ir buscar seus filhos.As creches fazem esse tipo de treinamento uma vez ao ano com os pais e alunos.
A parte, em casos de terremotos, todos os municipes sao instruidos a ter uma sacola de emergencia em casa, deixada em lugar de facil acesso, e que contenha 1 lanterna, 1 radio, alguns itens de primeiros socorros, agua, comida enlatada, apito...Existem no mercado varios tipos de sacolas de emergencia, alguns incluem capas termicas, capacete...
Para os estrangeiros vale lembrar que o passaporte deve estar sempre a mao.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Incendio

A sirene acabou de tocar..sao 1 e 22 da manha, na hora, um sobressalto, sera terremoto? Em cidades pequenas como a que eu moro, existe um sistema de megafone instalado em todos os bairros, e cada bairro tem um responsavel por uma pequena brigada e em casos de incendio, a sirene toca, o responsavel pelo comunicado avisa pelo megafone o que esta acontecendo, convoca os responsaveis pelas pequenas brigadas e a populacao acaba tomando conhecimento do local e ate mesmo o nome dos moradores da casa que esta incendiando. Dessa forma, o incendio eh rapidamente controlado, e os vizinhos do local onde esta pegando fogo tem tempo para desocupar a casa e procurar abrigo ate segunda ordem... Da minha casa ouco o barulho das sirenes dos pequenos caminhoes do Corpo de Bombeiros. As casas por obrigatoriedade tem que ter detector de gas e fogo em todos os comodos, o que eh muito util em casos de incendio, principalmente na madrugada quando todos estao dormindo, e o detector comeca a disparar uma mensagem gravada : KAJI DESU!KAJI DESU!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Japones?

Eh comum no Brasil, descendentes de japoneses serem chamados ( e considerados ) japoneses, afinal sao filhos de japoneses nativos. Porem, ao chegar aqui no Japao, mesmo com cara de japones, falando ou nao a lingua japonesa, somos brasileiros. Claro..somos brasileiros! Ha uma diferenca entre nascer ou nao aqui no Japao e ser registrado ou nao aqui. Por exemplo: pela Constituicao Brasileira, nasceu em solo brasileiro eh brasileiro.Em caso de estrangeiros, como meu avo que eh japones, deveria ter registrado meu pai no Consulado Japones mais perto, para que meu pai tambem tivesse nacionalidade japonesa, afinal, ele eh filho de japoneses. Como isso nao foi feito, meu pai tem nacionalidade ( kokuseki ) brasileira, mesmo sendo filho de japoneses, e tendo cara de japones, e sendo chamado e considerado japones por todos no Brasil...mas chegando aqui a historia muda. Meu pai eh brasileiro, nissei e eu por ser neta de japoneses sou sansei. O sentimento se confunde porque a gente carrega uma historia, mas chegando aqui, sou apenas mais uma brasileira dos milhares que vieram tentar a vida pelas terrinhas do sol nascente. Aqui, o estrangeiro que nasce em solo japones eh estrangeiro em transito, devendo providenciar visto e passaporte como todo estrangeiro. Eh equivocado dizer que filho de brasileiro que nasceu no Japao eh japones...eh brasileiro!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Formacao...ordem!

Parece coisa de quartel..mas e assim que comecam as aulas todos os dias no curso tecnico de computacao. Por semana um aluno eh escolhido por ordem de chamada, e nessa semana ele eh incumbido da saudacao matutina. Shitsuke( Todos levantam)! Rei( Todos abaixam a cabeca)! Onegaishimasu...( Pedimos por favor ao professor {que nos ensine, nos esclareca, nos oriente, costume japones } )
No final, mesma coisa, porem, nos despedimos: Shitsuke( Todos levantam)! Rei(Todos abaixam a cabeca)! Arigatougozaimashita!(Muito obrigado) Otsukaresamadeshita! (Bom descanso).

Pra eles eh uma questao de disciplina. No comeco eu estranhava um pouco, mas lembrando que sou professora formada no Brasil e lendo semanalmente as noticias de confusoes em salas de aula, abusos por parte de professores, alunos, professores despreparados, alunos que nao respeitam seus professores, sua escola e o ambiente onde passam a maior parte de suas vidas, fica facil de acostumar.

Cursos profissionalizantes no Japao

O estrangeiro que queira se matricular num curso profissionalizante oferecido pelas agencias de emprego no Japao ( Hello Work ), devem procurar se informar sobre os cursos disponiveis na agencia de emprego da sua cidade. Existem varios cursos disponiveis dependendo do interesse. Eh preciso estar desempregado e em alguns casos nao estar recebendo qualquer ajuda como seguro desemprego( koyou hoken) ou de sobrevivencia(seikatsu hougou). Em alguns lugares com grande concentracao de brasileiros, como Nagoya por exemplo, existem cursos que dispoem de tradutores. No auge da crise financeira do Japao, muitas cidades disponibilizaram cursos com a presenca de tradutores, porem, em cidades pequenas como a que eu moro, sao raros os cursos que dispoem desse recurso que ajudou muito nossos conterraneos.
Depois da candidatura, existe o processo de selecao, que inclui entrevista. Em alguns casos, eh preciso se submeter a uma prova escrita simples e de agilidade no caso do curso de computacao. No curso de helper, depois de aprovado, o candidato se submete ainda a exames de raio-X , pois no trato com os idosos, problemas de saude respiratorios e que possam ser transmitidos para os idosos impossibilita o estagio nos hospitais.
Os cursos tem duracao de 2, 3, 6 meses e ate um ano, dependendo. Cursos de japones tiveram duracao de 2 a 3 meses, no periodo da manha ou tarde. Curso de helper teve carga horaria integral, das 9 as 16:00 hrs e de computacao de 8:50 as 16:10 ( mas tem a limpeza diaria que leva em media 20 minutos, e que eh obrigatoria ).

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

James

video

Sentada num local publico, vendo a apresentação de um grupo de taiko, tive a surpresa de encontrar esse brasileiro,fazendo um show de malabarismos numa BMX e em várias bicicletas menores ( uma ele tirou da mala, e andou nela!) Pesquisei na internet e até achei algumas matérias e um blog falando sobre ele. Admiro a capacidade que tem o brasileiro de se fazer presente em todo lugar que vá, em todos os países do mundo, sempre vai ter um brasileiro mostrando seu samba, sua capoeira, seu dom, sua inteligencia. Seria maravilhoso se fossem sempre bons exemplos, como esse ai , o James, que encontrou uma forma de interagir com a sociedade japonesa, mostrando um talento e falando de sua brasileirice, mesmo com essa cara de japones.Legal.

パソコン活用科 

Primeiro dia de aula. Primeiro nos foram apresentados os professores e pessoas ligadas ao curso que contribuem de alguma forma para a realização do mesmo.Depois, nos foram fornecidos (pagos) uniforme, tenis, sandalia para uso interno, e os livros de computação Windows Office 2007, CAD, IT passport ( que eu ainda tenho que descobrir o que significa )e um monte de regras os quais levamos a manhã toda para ouvir a explicação do professor. Teremos aula das 8:50 as 16:10, porém, só seremos liberados depois da limpeza diária do hall de entrada, corredores, escadas e tambem do banheiro feminino, pois de acordo com eles, somos na maioria mulheres, então...enfim, as 16:45 eu já estava a caminho de casa.
No período da tarde tivemos que nos apresentar ( todos ) uns aos outros, aqui isso se chama jikko shokai, e no curso anterior, cada um fez isso pelo menos umas 20 vezes! ( Cada vez que troca o professor, é solicitado que se faça a auto-apresentação ).
Depois das apresentações, tiramos na sorte quem seria o responsável pela turma, pelas atividades recreativas e pela segurança no pátio e arredores, inclusive do estacionamento. Não usar cinto de segurança é passivo de ser chamado a atenção.Tudo isso para estabelecer a ordem no local e também uma forma de promover a interação dos alunos, forçando uma interatividade.
O Japão é um País muito sistemático...tem seus prós e contras. O brasileiro estranha muito quando chega, mas com o tempo acostuma. O legal é ver a organização do local, a limpeza, o cuidado que as pessoas tem com o que é público. Agora...quanto ao curso...gambarimasu!

domingo, 3 de outubro de 2010

Nihongo Nouryoku Shiken 2010

Encerradas as inscrições no dia 1 de outubro para a prova que se realizará no primeiro domingo do mes de Dezembro. Agora é estudar e estudar muito! Boa sorte a todos os que se inscreveram! Aos que perderam o prazo de inscrição, fiquem atentos por volta de fevereiro já deverá estar vendendo o formulário de inscrição nas livrarias para nivel N1 e N2 ~( ouvi dizer que pode ter para N3 tambem ) e N4 e N5 as inscrições começam em agosto de 2011!

Auto Cad

Aproveitando a demanda de cursos profissionalizantes oferecidos pelo governo japones , tenho tentado me esforçar pra melhorar o nível de japones e me qualificar profissionalmente. Amanhã começo o curso de Auto Cad, com duração de 6 meses, período integral das 8 as 4 da tarde, 5 dias por semana, na Escola Técnica da minha cidade. A seleção constou de prova de agilidade manual e de raciocínio, solução de problemas, e entrevista. Eram 11 candidatos, e eu fiquei entre os 8 aprovados. Com muita alegria e um pouco de apreensão, estarei lá amanhã!
Aos brasileiros que estão no Japão gostaria de dizer que sempre que tiverem um tempinho sobrando, invistam em voces mesmos: mesmo que o conhecimento não lhe traga dinheiro, a satisfação pessoal vai ser o melhor premio, e terá gosto de vitória. Hoje em dia, ainda sentimos os efeitos da crise de 2 anos atrás, e emprego está raro de conseguir. Nihongo, carta e casa alugada por conta própria são alguns dos itens exigidos pelas empreiteiras na hora de conseguir um emprego.